domingo, 10 de julho de 2011

Teste da Orelhinha – Olhinho – Pezinho no recém-nascido é lei

TESTE DO OLHINHO OU TESTE DO REFLEXO VERMELHO

Alguns testes são realizados no recém-nascido ainda na maternidade, depende do hospital, os testes da orelhinha, pezinho e olhinho que mencionamos abaixo são obrigatórios por lei.

Teste do olhinho, realizado ainda no berçário, o bebê recebe um feixe de luz direcionado nos olhos, nada prejudicial.

E tem como objetivo detectar doenças que merecem cuidados e tratamento. Devem ser realizados ainda nos primeiros meses de vida do bebê, se possível antes dos três meses da criança.




O teste do reflexo vermelho, mais conhecido como teste do olhinho, já faz parte da rotina obrigatória do exame de recém-nascidos em vários estados brasileiros.

Regulamentado em forma de lei em alguns lugares, esse exame detecta diversos problemas oculares e previne uma série de sequelas.

Como exemplo podemos citar:

a. Catarata congênita,

b. glaucoma congênito avançado,

c. infecções intra-oculares,

d. malformações,

e. tumores.

Entre outros problemas de saúde ocular são possíveis de diagnosticar nesse exame, que deve ser feito antes de a criança sair da maternidade.

NoBrasil, o teste já é obrigatório no Estado:

a. de São Paulo,

b. do Paraná,

c. do Rio de Janeiro,

d. de Porto Alegre.

"Isso é um passo importante para a saúde pública e, sem dúvida, pode beneficiar significativamente a saúde ocular de muitas crianças".

Ainda hoje os números de crianças deficientes visuais ainda são elevado estimando que estejam, em todo o mundo, em torno de 1,5 milhão, metade dessas vivendo em países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento e em grande parte dos casos em grande parte dos casos essas cegueiras poderiam ser evitadas.

"Com esse teste, que é bem simples e rápido, posse-se mudar esse quadro. No Brasil, o importante é que esse teste se torne lei nacional".

Observação:

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 16,5 milhões de brasileiros sofrem de algum tipo de deficiência visual e cerca de 30% desse total é formado por crianças. Muitos casos podem ser prevenidos com a execução desse teste em recém-nascidos e esse quadro se tornaria bem distinto com a realização desse exame, que pode ser feito por oftalmologista, pediatra ou mesmo um profissional de saúde bem treinado.

Os médicos recomendam o teste do olhinho nos próprios berçários sempre antes da alta do bebê. Sem contraindicações, o exame pode ser feito em todas as crianças recém-nascidas (inclusive prematuras) e identificar casos precoces de cegueira. "Fazendo o teste do olhinho evitamos sérios problemas de visão. O importante é fazer o diagnóstico de doenças oculares que podem, inclusive, levar à perda irreversível da visão".

Esse teste do olhinho pode ser facilmente feito com a emissão de luz sobre a pupila do recém-nascido por meio de um aparelho chamado oftalmoscópio. A luz atravessa a córnea, pupila, cristalino, corpo vítreo e reflete-se na retina sem causar qualquer dano. O reflexo normal tem uma cor avermelhada e contínua nos olhos saudáveis, descartando a presença de doenças oculares. Na ausência de reflexo ou em casos de assimetria, a criança deve ser encaminhada ao oftalmologista para fazer outros exames.

Resumos dos Principais Testes em Bebês

Teste da orelhinha

O teste da orelhinha, agora é lei, e deve ser realizado ainda na maternidade. É um dos testes pelos quais o bebê precisa passar , mede a capacidade auditiva de recém-nascidos.

É realizado com um aparelho que emite um som e a partir dai observa se existe uma resposta da cóclea, parte do órgão que muda as vibrações sonoras em impulsos nervosos, que são enviados ao cérebro.

O ideal é que seja realizado 48 horas após o nascimento da criança, para que não haja vestígio do liquido aminiótico.

Teste do pezinho

O teste do pezinho é realizado no calcanhar do recém-nascido, colhe-se uma gotinha de sangue. Os serviços de saúde, públicos ou particulares, fazem a triagem de três maneiras: básica, mais e super.

Triagem básica: detecta três doenças:

a. fenilcetonúria,

b. hipotireoidismo congênito ,

c. anemia falciforme;


Triagem “Mais”: detecta sete informações de doenças, incluindo fibrose cística;


O teste “Super”: pode detectar umas 46 patologias.

As maternidades não deveriam dar alta ao bebê antes de realizar o teste do pezinho. Algumas maternidades fazem ele, sem você tomar conhecimento.

Na hora que tiver alta do hospital pergunte se ele foi realizado e quando irá sair o resultado.


O teste do pezinho deve ser feito antes dos três meses, preferencialmente no primeiro mês de vida do bebê, após 48 horas de nascido, pois algumas doenças podem ser reversíveis se detectadas a tempo.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. OS POSTOS DE SAÚDE DE CADA CIDADE DEVEM PROPORCIONAR ESTES EXAMES.
      SE A UNIDADE DE SAÚDE MAIS PRÓXIMA DA SUA CASA NÃO POSSUIR ESTE SERVIÇO, ENTRE EM CONTATO COM O SERVIÇO SOCIAL DESTE POSTO QUE ELE O ENCAMINHARÁ PARA A UNIDADE DE SAÚDE MAIS PRÓXIMA DE SUA CASA QUE REALIZE ESTE SERVIÇO.

      Excluir